sábado, 15 de maio de 2010

Roer as unhas...

Sinônimo de ansiedade, forma de mostrar a sua falta de segurança. SIM, é isso mesmo. Toda vez que vc fica nervosa, a sua mão vai parar na sua boca, parece automático. Toda vez que vc sente medo a mesma coisa acontece. E quando vc está fazendo aquela prova hiper difícil? É a mesma coisa! Resultado? Unhas roínhas, dedos "cabeçudos", cutícula inflamada, dedos doloridos, e uma decepção enorme.
Quando eu roía as unhas eu nem ligava para o que os outros pensavam, roínha até machucar. Parte do meu dia eu passava com a mãe na boca, arrancando cada pedacinho de unha que eu via. Quando um pernilongo me picava era uma merda. Não consenguia coçar, e ficava agoniada. E quando eu via minhas amigas coma s unhas feitas e bonitas? As invejava. Meu sonho era ter a unha grande, poder ir na manicure sem ter vergonha de mostrar as mãos. Mas eu não tinha força de vontade e meu medo, minha ansiedade, minha falta de vaidade sempre ganhavam. Mas um dia eu tomei coragem e parei. Parei de vez. Deixei minhas unhas crescerem, comprei milhares de esmaltes e todos os dias eu fazia minhas unhas. Quando vi que minha unha estava ficando bonita minha vontade de roer unha era quase nula. Tudo bm que as vezes eu ainda tiro um pedacinho ou outro, mas nada preocupante. Hoje vou a manicure, faço desenhos, tiro cutícula (agora eu tenho cutícula, pq antes eu comia a cutícula tb!), corto se preciso, e cuido das minhas unhas.
Se eu consegui parar de roer as unhas, pq v6 que ainda roem tb não conseguem? É só tentar, e outra: VALE MUITO A PENA!

Antes que eu me esqueça, a foto do post foi feita pela Amanda Erreiro, obrigada Amanda, AMEI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário