segunda-feira, 23 de maio de 2011

Revisão de História E.V. do dia 24/05

Oláá, só para lembrar que aquele resuminho do biologia tá salvo aqui, posto antes da prova.
Esse resumo de história não é com as minhas palavras, é uma mistura do meu caderno, com a apostila, com o caderno da Natália Chagas, enfim.. tem umas partes que eu não entendi muito bem, então, aconselho a darem uma lida na apostila!
Então vamos lá!

REVISÃO:

→ FAMÍLIA REAL NO BRASIL:
• Diante dos acontecimentos a corte joanina transferiu-se para o Brasil, assim, os ingleses ganhavam um escape para o Bloqueio Continental passando a ter o controle dos mercados brasileiros, eliminando a intermediação da metrópole. O Brasil foi "excluído" e tornou-se a sede de todo o Império Português.
• Administração Joanina:
- Carta Régia: Abre os portos e acaba com o Pacto Colonial;
- Alvará de liberdade: Total liberdade de manufaturas;
- Aparato político: Cria parte da política, traz a imprensa, cria o Banco do Brasil, o Jardim Botânico, entre outras melhorias para o Brasil;
- Nobreza: Transferência de elite; e
- Títulos: Cria para ganhar dinheiro (Compra de títulos.).

→ INDEPENDÊNCIA DO BRASIL:
• Pacto colonial: Acaba e abre os portos e mercados brasileiros.
• Carestia e inflação: Faltava alimento e a inflação subiu.
• Portugal fica sem rei e deixa o governo nas mãos de uma ditadura inglesa.
• O Brasil passou a ser governado por D. Pedro na condição de regente, já que, D. João e todo o resto da família voltaram para Portugal. Medidas tomadas por D. Pedro fizeram que o Brasil ficasse subordinado a Portugal e sem autonomia, fora que, os benefícios feitos por D. João foram revogados. A população fez um "Marcha para a Independência" e queriam a volta de D. Pedro para Portugal.
• Dia do Fico: D. Pedro desobedeceu as ordens de seu pai, permanecendo no Brasil e alimentando um sintoma de ruptura definitiva.
• O rompimento político com Portugal foi oficializado em 7 de setembro, com quase nenhuma mudança na estrutura socioeconômica, o Brasil evoluía para uma monarquia imperial a frente do D. Pedro.

→ FORMAÇÃO DO ESTADO NACIONAL BRASILEIRO:
• Constituição de 1824: Simplificação da constituição da Mandioca.
PODER MODERADOR → MAIS IMPOSTOS
• O rei tem poder ilimitado, ou seja, é absoluto. (O rei de chamava Stefany e tinha um crossfox.. (8) CHEGA DE PIAIDINHA E VOLTEM AOS ESTUDOS! ASHAUSHAUHSUAHS)
• De acordo com a constituição, era mantido o regime monárquico, apoiado sobre o princípio da divisão de poderes:
- Executivo: Atribuído ao imperador e seu ministério;
- Legislativo: Exercido pela Assembléia Geral;
- Judiciário: Ao cargo do Supremo Tribunal de Justiça; e
- Poder Moderador: Era uma "inovação" e servia para manter a harmonia e o equilíbrio entre os outros poderes.

→ CRISE DO I REINADO:
• Noite das garrafadas: Conflitos de rua entre brasileiros e portugueses que resultou no rompimento definitivo entre o povo e o Imperador e mais adiante na própria abdicação de D. Pedro I.
• A abdicação aconteceu em 7 de abril, D. Pedro volta para Portugal e torna-se rei com o título de D. Pedro IV. Para trás fica seu filho D. Pedro de Alcântara que será criado por tutores. A abdicação ficou conhecida como "Jornada dos "Logrados" já que o povo e as tropas, instrumentos da elite rural, não tiveram nenhuma reivindicação atendida pelo novo governo que se instalava.

→ PERÍODO REGENCIAL:
• Regência Trina Provisória:
- Tentativa de equilíbrio político;
- Manteve a constituição de 1824;
- Lei Regencial (limitava os poderes dos regentes); e
- Correntes políticas:
- RESTAURADORES/JURUJUBAS: Amigos de D. Pedro I;
- MODERADOS/CHIMANGOS: Desejavam uma monarquia do tipo constitucional; e
- EXALTADOS/FARROUPILHAS: Queriam a criação de uma monarquia com autonomia para as províncias.
• Regência Trina Permanente:
- Criação da Guarda Nacional; e
- Promulgação do Código do Processo Criminal.

É isso gente! Mas se eu fosse vocês eu estudaria:
• O que foi a criação da Guarda Nacional?
• Partidos (regressista e progressista)
• Leis
• Motivos do enfraquecimento de D. Pedro I

Espero que tenha ajudado!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Revisão de Química E.V. do dia 20/05

Vou TENTAR fazer um resumo, mesmo por que química não é minha matéria preferida! :/

REVISÃO

→ PROPRIEDADES COLIGATIVAS DAS SOLUÇÕES I E II:
• Propriedades Coligativas das soluções são as propriedades que dependem exclusivamente do número de partículas dispersas na solução, elas não dependem da natureza dessas partículas.
- Tonometria ou Tonoscopia: Estuda o abaixamento de PMV (Pressão máxima e vapor) de um solvente quando nele se dissolve uma substância não-volátil.
- Ebuliometria ou Ebulioscopia: Estuda a elevação da temperatura de ebulição de um solvente quando nele se dissolve uma substância não-volátil.
- Criometria ou Criospia: É o abaixamento de ponto de congelamento pela dissolução de um soluto em uma massa líquida.
- Osmose: É a difusão de um líquido através de uma membrana semipermeável.
• Pressão osmótica: Pressão que deve-se aplicar sobre a solução para bloquear a entrada de solvente através de uma membrana semipermeável.
"A PRESSÃO OSMÓTICA DE UMA SOLUÇÃO É IGUAL À PRESSÃO QUE O SOLUTO EXERCERIA NO ESTADO GASOSO, OCUPANDO O MESMO VOLUME DA SOLUÇÃO, NA MESMA TEMPERATURA."

→ ENERGIA NAS TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS:
• Processo Exotérmico: Se o calor for liberado. Em um gráfico, o conteúdo energético dos reagentes é maior que o dos produtos.
• Processo Endodérmico: Se o calor for absorvido. Em um gráfico a energia armazenada nos produtos é maior que a dos reagentes.
• O calor liberado ou absorvido em uma reação é chamado de Calor de Reação ou Energia de Reação.
• Entalpia (H): Energia total.
• Nesse caso, o estado inicial será H1 e o estado final será H2, para descobrir a entalpia, ou seja, a energia total:
ΔH = H2 - H1

→ A LEI DE HESS:
• Serve para calcular da variação de entalpia de reações que não podem ser determinadas experimentalmente.

→ FORÇAS INTERMOLECULARES:
• As moléculas atraem-se por meio de duas forças:
- Forças de Van der Waals: Que se dividem em FDP e London
- Pontes de hidrogênio

Bom, isso é o que eu entendi, de resto, é melhor eu não postar, por que caso esteja errado, não vou prejudicar ninguém! :D

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Revisão de Literatura E.V. do dia 16/05

Micro revisão, feita pela Giovanna Taluama! AUHSAUHSUAHS É sim, eu fiquei com preguiça e pegueia revisão dela, mas pode deixar gente, que eu fazendo ou outra pessoa fazendo as revisões eu SEMPRE vou postar.

REVISÃO

SCHOPENHAUER:
• Teoria pessimista da existência
• Viver, seria desejar
• Prazer puramente negativo
• Ausência ou negação do sofrimento
• Insatisfação; infidelidade
• Tema: Arte e música
• Obra: "O mundo como vontade e representação"

ANTERO DE QUINTAL:
• Polemista: Buscando solução da existência
• Fases de entusiasmo e otimismos (Suicidou-se)
• Poesia idealizadora, com elementos românticos entretanto temáticas de preocupações próprias do Realismo.
• Realismo brando
• Temas de realismo genéricos: Verdade, sonho, aparência

EÇA DE QUEIRÓS:
• Tomou parte das confederações do Cossino Lisbonense;
• Realismo
• Maior representante da prosa realista em Portugual para renovar a linguagem do romance.
• Obra: "O crime do padre Amaro", "O primo Basílio" e "Os maias"

CEZÁRIO VERDE:
• Poesia inovadora
• Não foi reconhecido durante sua vida
• É o mais singular poeta realista português
• Linguagem objetiva e coloquial
• Obra: "O livro de Cezário Verde"

Fica para a prova!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Revisão de Matemática Frente 2 E.V. do dia 12/08

É um MINI resumo.

REVISÃO

→ RELAÇÕES MÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO:
• É só saber as fórmulas:
→ NATUREZA DOS TRIÂNGULOS:
• Fórmulas:
a² = b² + c² Triângulo Retângulo
a² < b² + c² Triângulo Acutângulo
a² > b² + c² Triângulo Obtusângulo

É bem pouquinho, mas basicamente, a frente 2 é só isso!

Revisão de Matemática da Frente 1 E.V. do dia 12/05

Oiiiiiiiiiii, na verdade, não é uma revisão da Frente 1 INTEIRA. Mas é
um passo-a-passo sobre "Discussão de um sistema Linear" que é o Módulo 17 e 18 da apostila. Lembrando que é bom salvar as imagens, por que ficou pequeno :/
Bom.. acho que esse assunto está confuso então.. vamos lá:

REVISÃO

DISCUSSÃO DE UM SISTEMA LINEAR:
• Temos que saber as características de um sistema:
• Exemplificando:
- Você vai ter um sistema:
- Primeiro, nós temos que discutir o sistema, ou seja, descobrir se ele é SPD (Sistema Possível Determinado), SPI (Sistema Possível Indeterminado) ou SI (Sistema Impossível).
Assim, descobriremos se o sistema terá ou não uma resolução:
- 1º PASSO: Fazer a Matriz Incompleta (MI):
- 2º PASSO: Desenvolver e resolver a MI:
- Achando o valor de "P", é preciso fazer a Matriz Completa (MC):
- Depois de montar a MC, resolvê-la:
- Achando o valor de "Q", você compara o valor de "P", de "Q", e de "N":
- Chegando a conclusão de que o sistema é SPD, teremos que fazer o sistema e achar a resposta:
- E está aí a resolução da conta!
• IMPORTANTE:
- SPD: Fazer sistema e achar os valores de "X" E "Y"
- SPI: É quando Z vira α
- SI: A resposta é V = { ( Ǿ ) }

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Revisão de Gramática E.V. do dia 10/05


Aêêêê, com o sucesso da revisão de ontem, eis aqui a revisão de gramática!

REVISÃO:

APOSTO E VOCATIVO:
• Vocativo: É um chamamento, uma convocação:
• Aposto: É um resumo, uma explicação:
• Lembrando que existem alguns tipos de apostos:

→ SINTAXE DE COLOCAÇÃO - ORDEM DIRETA E INVERSA:
• Direta:
- Ex:
• Inversa:
- Ex:
• Outro exemplo:

Espero que tenha ajudado!

Uma ajuda para o Paper de História - Dia 10/05

Para quem não anotou, aqui está:

• Positivismo: Criado por Augusto Comtê, quer manter a ordem para evitar o caos. Acha o Socialismo uma ameaça, já que este, pode acabar com essa ordem, ou seja é contra as idéias sociais.
• Socialismo: Quer os mesmo direitos, não defende divisão de classe, nem liberdade econômica.
• Liberalismo: Oposto do Socialismo, tudo o que ele defende o socialismo é contra.
(Não vou colocar as características dos dois, mesmo por que eram os tópicos da aula: "Idéias Sociais")
• Socialismo é dividido em utópico e científico.
- Utópico: Te dá a idéia, mas não te da os meios para colocar em prática. "Falsa Idéia"
- Científico: Criado por Karl Marx, ele te dá a idéia e os meios para colocar em prática. Foi usado pela Revolução Russa.
• Anarquismo: Contra qualquer instituição (capitalismo, liberalismo, socialismo...) não permite que alguém tome conta de tudo, pos se alguém está mandando os outros são oprimidos.
• Doutrina: Dá para comparar com os dois, já que ela não defende nenhum, e foi "influenciada" por eles para fazer suas idéias e ajudar os pobres. Por exemplo: Ela ajuda o porbre, por que ele foi uma "vítima" do capitalismo (liberalismo), e o ajuda, para que ele tenha melhores condições, tenha uma vida mais justa (socialismo). Se alguém não entender essa parte me chama no msn que eu explico! :D

Acho que isso era o que estava gerando mais dúvidas...Daqui a pouco coloco a revisão de gramática!

domingo, 8 de maio de 2011

Revisão de Geografia E.V. do dia 09/05

Oiiiiiii, faz tempo que eu não entro aqui! :O

Bom, ao invés de eu ficar no twitter colocando meus resumos é mais fácil tanto para mim, quanto para vocês se eu fizer aqui no blog. Lembrando que o resumo não está com as minhas palavras! E desculpe os erros ortográficos!
Aqui está:

REVISÃO:

NOÇÕES DE ESTRUTURA DA TERRA: O estudo das eras geológicas serviu de subsídio para a obtenção de uma série de dados científicos, que foram sendo incorporados aos estudos da geografia, da geologia, da história, da arqueologia, da antropologia, das biociências, da geografia e da geofísica.
Eras:
- Cenozoica: Origem do homem, últimas glaciações e formação dos continentes.
- Mesozoica: Origem dos mamíferos e das aves. Formação do petróleo.
- Paleozoica: Formação das florestas primitivas, dos vertebrados, dos peixes, dos anfíbios e glaciações.
- Pré Cambriano: Dobramentos antigos, vida primitiva, formação das jazidas minerais.
- Azoica: Formação da Terra. Ausência de vida.
Camadas da Terra: Crosta (superior), manto (intermediária) e núcleo (interna com presença de magma).
Grau Geotérmico: Número de metros em profundidade, na crosta terrestre, necessários a essa elevação de 1ºC.
Forças orogenéticas: Teoria de desenvolvimento.
Teorias mobilistas:
- Hipótese de contração: Fundamenta-se na idéia de que o interior da terra está se contraindo continuadamente desde o início de sua solidificação superficial devido à diminuição constante de temperatura.
- Hipótese das correntes de convenção: Movimentos verticais, e horizontais da litosfera são originados por correntes e deslocamentos de massa que se substituem mutuamente nas profundidades situadas abaixo da fina crosta terrestre.
- Hipótese da translação dos continentes: Teoria mais aceita. Baseia-se nos estudos de Wegener que percebeu a semelhança nos contornos dos continentes, da fauna e da flora.
- Teoria das placas tectônicas: A litosfera constitui-se a partir de sete placas limitadas por dorsais. As placas se movimentam entre si, se afastando e se aproximando, podendo se chocar e provocar enrugamento e rompimento das rochas, originando-se os terremotos, os falhamentos e os dobramentos.
- Expansão do fundo oceânico: Mostrou também a existência de uma enorme cadeia de montanhas submarinas, formada pela saída de magma do manto que se solidifica em contato com a água e dá origem a um novo fundo submarino, à medida que os continentes de afastam.

GEOMORFOLOGIA E AS FORÇAS ATUANTES NA DINÂMICA DA TERRA:
Geomorfologia: É o ramo da geografia física que se dedica ao estudo das formas do relevo terrestre e investida sua origem e sua evolução.
Relevo:
- Forças endógenas: Agem internamente.
- Forças exógenas: Agem externamente.
Agentes estruturais: Tectonismo, vulcanismo, maremotos e terremotos.
Agentes do modelado: Agentes da dinâmica externa são responsáveis pela esculturação ou modelado do relevo. Ex: Clima, inteperismo, ventos, geleiras, enxurradas, rios e marés.
Tectonismo: Movimento longo e prolongado das placas tectônicas impulsionadas pelas correntes magmáticas no interior da Terra.
Epirogênese: Surgimento/Afundamento de grandes extensões da superfície. Ex: Origem dos continentes.
Orogênese: Movimento lento e prolongado por forças impulsionadas pela deriva das placas tectônicas. Ex: Formação das montanhas ou dobramentos.

ATUAÇÃO DAS FORÇAS INTERNAS > AFETAM A SUPERFÍCIE > DOBRAMENTOS E FALHAMENTOS

Dobramentos: Provocados por forças tectônicas que exercem pressão lentamente.
Falhamentos: Acontecem quando as forças tectônicas agem intensamente.
Diáclasse: Fratura não acompanhada de deslocamento.
Paráclasse: Fratura seguida de pressão.
Vulcanismo: Processos que permitem e provocam a ascenção de material magmático jovem. Os materiais expelidos são classificados em gasosos e sólidos. Resumindo:
- É responsável por contratempos,
- É resultado do movimento das placas tectônicas e
- Seus materiais expelidos podem causar mudanças climáticas.
Abalos Sísmicos: Movimentos naturais da crosta terrestre que se propagam por meio de vibrações.

OS AGENTES EXTERNOS DO RELEVO:
Forças internas: Estruturam a superfície.
Forças externas: Escupem/modelam a estrutura da rochosa.
- Inteperismo físico: Dilatação e contração da rocha.
- Inteperismo químico: Dissolução de material rochoso pela presença de água resultantes das precipitações.
A desagregação físico-intepérica e químca:
- Oscilação da temperatura: Os corpos sofrem uma variação no volume causado pela temperatura.
- Cristalização dos sais: Os sais não são lixiviados pelas águas.
- Congelamento: Congelamento e descongelamento repetetivamente, fazendo com que haja alargamento das fendas das rochas.
- Agentes fisiológicos: Pressão do crescimento das raízes vegetais pode levar desagregação de uma rocha.
- Decomposição química: Processo caracteriazado: pela reação química entre rochas e soluções aquosas. Causadas por oxidação, decomposição por redução, e decomposição pelo ácido carbônico.
Processos Intepéricos:
- Ravinas: São buracos formados pela ação das águas, em áreas de deslise.
- Voçoroca: A mesma coisa que ravinas porém em terrenos planos.

IMPORTANTE ESTUDAR OS EXERCÍCIOS DA APOSTILA:
Mód. 26 - Ex. 1 ao 7.
Mód. 27 - Ex: 3 ao 5.

Espero que tenha ajudado!